O que os vombates comem


O que os vombates comem.

O wombat, vombate ou fascólomo é um animal originário da Austrália. Pertencem à família vombatidae e são herbívoros mamíferos, quadrúpedes atarracados, com aproximadamente 1 metro de comprimento, com uma cauda curta e grossa.

Por serem animais marsupiais, as fêmeas desses animais apresentam bolsas junto ao corpo, nas quais bebês são carregados e protegidos, da mesma maneira como ocorre com os cangurus.

Os vombates cavam extensos sistemas de tocas com seus dentes da frente semelhantes a roedores e também utilizam suas garras poderosas.

Alimentação dos Vombates

Os vombates são herbívoros e, por isso, suas dietas consistem principalmente de gramíneas, juncos, ervas, casca e raízes. Seus dentes incisivos se assemelham aos dos roedores ( camundongos, ratos, etc.), sendo adaptados para roer vegetação rígida. Como muitos outros mamíferos herbívoros, eles têm um grande diastema, espaços entre seus incisivos e os dentes da face, que são relativamente simples.

Eles geralmente preferem alimentos duros, como eles tomam seu tempo para roer a comida que encontra pela frente. Eles são animais que gostam de plantas, mas especificamente há certas plantas ou ervas recomendadas para consumo. No entanto, em algumas áreas, a flora foi tão destruída que eles tiveram problemas em conseguir a comida.

Sistema Digestivo

O processo de digestão dos vombates e diferenciado porque é tão lento que pode levar mais de dez dias para ser completado.Outra curiosidade sobre esse animal é que as fezes é em formato de cúbico.

Predadores

Os vombates comuns são considerados por alguns agricultores como um incômodo devido principalmente ao seu comportamento de escavação. Acredita-se que sejam animais noturnos porque com a escuridão eles podem fugir dos predadores. O principal predador natural do vombate é o dingo um canídeo nativo da Austrália. As maiores ameaças que as espécies enfrentam são o pequeno tamanho da população, a predação por cães selvagens e competição por comida devido ao pastoreio excessivo de bovinos e ovinos.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInShare on TumblrEmail this to someonePrint this page


Tópicos relacionados: