O Que As Galinhas Comem


O que as galinhas comem.

Para saber o que uma galinha come, conhecer sobre suas características, raças e todas as informações sobre a alimentação da galinha, pode conferir o artigo que preparamos.

Tanto o galo quanto a galinha são aves criadas principalmente para consumo humano, já que sua carne e ovos fazem parte da dieta da maioria das pessoas que não são vegetarianas ou veganas.

A galinha é talvez o animal de estimação ou criação mais comum depois do cão e do gato, pois há muitas pessoas que as criam para consumo próprio.

Caracteristicas alimentares

Para saber o que comem ou o que podem comer, quanto e como sua dieta influencia a aparência e o sabor de seus ovos, é preciso conhecer as características alimentares da galinha.

Embora seja algo muito conhecido do povo do campo, muitas pessoas não sabem o que as galinhas comem e, talvez por curiosidade ou por que querem começar a criá-las em seu primeiro galinheiro, consideram descobrir os gostos alimentícios desses pássaros tão conhecidos.

Primeiro, é preciso entender que as galinhas são onívoras e, por isso, se alimentam de animais e vegetais. Elas têm uma dieta bastante oportunista, aproveitando tudo o que encontram pela frente e que pode se tornar sua próxima refeição. Desde muito pequenas, elas aprendem a procurar comida com a ajuda do galo, que lhes ensina a usar o seu bico pontudo para procurar comida sobre a terra.

Alimentos das Galinhas

Quem não deseja ter muito trabalho para cuidar delas, pode oferecer ração de galinha. No entanto, pode-se oferecer alimentos frescos. Elas comem grama, folhas, vegetais, brotos, frutas e sementes de uma infinidade de plantas. Quanto aos animais que podem fazer parte de sua dieta, há principalmente invertebrados, como larvas, minhocas, pupas e formas adultas de insetos, por exemplo, vermes, besouros, traças, escorpiões, grilos, aranhas, caracóis, etc.

Pequenos vertebrados também são comidas para frangos. É o caso de ratos, lagartos, pequenas cobras, etc. E elas também gostam muito de comer isso. Se uma delas encontrar um desses animais e os outros descobrirem, eles correm atrás dela para tentar comer também.

A galinha é ótima para controlar pragas e populações de insetos como escorpiões e aranhas.

Outras fontes de dieta

Se o galinheiro faz parte de uma horta, as galinhas recebem frequentemente folhas de hortaliças, como repolho, alface, etc. Embora o ideal é que elas pastem diretamente no chão, forrageando o local em busca de uma grande variedade de comida. O que vem da horta, seria somente a parte verde da sua dieta.

Embora o alimento industrializado contenha cálcio, é bom fornecer outra fonte. A concha de ostra grosseiramente quebrada é a forma mais facilmente absorvida.

Além desta dieta vegetariana, as galinhas devem ter alimentadores cheios de grãos, que podem ser moídos ou inteiros, geralmente de cereais como centeio, cevada, trigo, aveia, arroz ou milho ou uma mistura de vários deles. Os sacos de mistura que são distribuídos como ração para frangos geralmente contêm esses cereais e até mesmo outros grãos, como soja ou ervilha.

Os restos da comida, como pilhas de frutas, também podem ser dadas às galinhas como alimento, mas é importante fazê-lo somente no momento, evitando de fornecer alimento mofado ou estragado.

Horticultores que também criam galinhas, muitas vezes procuram caracóis ou vermes que aparecem diariamente na fazenda e os jogam entre as galinhas. Essa ingestão extra de proteína será muito boa para a produção dos ovos e, também é uma iguaria para elas.

Influência do ovo na alimentação

Em geral, as galinhas alimentadas com ração industrial e sempre mantidas dentro do galinheiro colocam ovos pálidos, cujas gemas têm uma cor amarela muito clara e o sabor não é muito intenso.

Por outro lado, galinhas caipiras com uma dieta variada à base de vegetais, cereais e pequenos animais, colocam ovos mais firmes, com gemas de cor laranja e um sabor intenso e cheio de nuances.

Um ovo do campo seria um ovo ideal, de maior qualidade, já que durante a produção foi a própria galinha que escolheu o alimento necessário para produzir os ovos.

Quanto uma galinha come

As galinhas são muito vorazes, passam o dia à procura de comida, mais isso não significa que comem sem descanso da manhã até a noite. Tudo depende se elas estão presas no galinheiro, em gaiolas ou livres em um grande curral, ou mesmo no campo aberto.

Em termos de quanto para alimentá-las, a maioria dos nutricionistas irá dizer-lhe que a galinha média vai comer cerca de 1,5 kg de ração por semana. Esta é uma média  porque elas comerão mais no inverno, menos no verão. Se elas estiverem ao ar livre, elas comerão menos. Pássaros maiores comem mais.

Aquelas que não têm a possibilidade de procurar por alimentos naturais no solo, insetos, grãos, vegetais e etc, se alimentam de rações que podem ser cereais moídos e outras coisas, e comem uma quantidade mais ou menos estável por dia, que geralmente vai 100 a 120 gramas por frango.

As galinhas que têm um campo à sua disposição comem menos cereais, pois preferem sair para procurar outros alimentos que a natureza lhes oferece e gostam muito de fazer isso.

É difícil saber a quantidade de comida que consomem quando estão em liberdade, pois dependerá da disponibilidade e abundância de cada fonte de alimento em cada época do ano, se o tempo permitir que elas procurem comida e o número de horas de luz que elas têm para essa tarefa.

Requisitos básicos de alimentação

Como toda criatura viva, as galinhas precisam de diferentes fontes de nutrientes: proteínas, carboidratos, gorduras, minerais e vitaminas. E claro, não se esqueça da água limpa.

Sem a combinação certa de cada grupo de nutrientes, qualquer criatura poderia sofrer de desnutrição ou obesidade. Confira os nutrientes essenciais para as galinhas:

  • Proteína: à base de plantas é necessária para energia e crescimento.
  • Vitaminas e minerais: importante para uma criatura totalmente funcional.
  • Enzimas: ajuda na digestão e absorção dos nutrientes necessários dos alimentos.
  • Gorduras: necessárias para absorção de certas vitaminas e outras funções vitais.
  • Carboidratos: necessário como fonte de energia.

Tudo isso você encontrará na ração de frango, pronta e misturada nas quantidades apropriadas. As galinhas devem receber pelo menos 90% de suas necessidades nutricionais de sua alimentação. Diferentes combinações de alimentos são misturados para atender diferentes fases da sua vida, por isso não deixe de ler os rótulos.

Aves que são deixadas ao ar livre irão coletar grande parte dos nutrientes de que necessitam a partir de seu ambiente e também podem comer a ração, conforme necessário.

As galinhas que não podem, ou não são deixadas livres, devem confiar no cuidado humano para suprir todas as suas necessidades corporais, portanto, um alimento de boa qualidade é essencial.

Coisas que uma galinha pode comer:

  • Amêndoas
  • Maçãs
  • Rúcula
  • Espargos
  • Batatas
  • Cascas de banana
  • Bananas
  • Broto de feijão
  • Beterraba Verdes
  • Folhas de beterraba
  • Beterraba
  • Pimentões
  • Amora
  • Pão
  • Brócolis
  • Arroz
  • Couve
  • Repolho
  • Cascas de melão
  • Sementes de melão
  • Cenouras
  • Castanha de caju
  • Comida de gato
  • Couve-flor
  • Aipo
  • Cereal
  • Queijo
  • Cerejas
  • Sementes De Chia
  • Feijão Cozido
  • Farinha de Aveia Cozida
  • Batata Cozida
  • Arroz cozido
  • Milho
  • Palha de milho
  • Milho na espiga
  • Grilos
  • Cascas de Pepino
  • Pepinos
  • Comida de cão
  • Farinha De Aveia Seca
  • Minhocas
  • Peixe
  • Flores
  • Fruta
  • Alho
  • Raiz de gengibre
  • Toranja
  • Uvas
  • Grama
  • Vagem
  • Cebolas verdes
  • Pimentão verde
  • Tomates Verdes
  • Couve
  • kiwi
  • Alface
  • Manga
  • Larvas de farinha
  • Carne
  • Melão
  • Nectarinas
  • Nozes
  • Aveia
  • Laranjas
  • Pêssegos
  • Peras
  • Nozes
  • Pimentas
  • Abacaxi
  • Ameixas
  • Romã
  • Batatas
  • Abóbora
  • Sementes De Abóbora
  • Quinoa
  • Rabanete
  • Folhas de rabanete
  • Framboesas
  • Espinafre
  • Abóbora
  • Morangos
  • Ervilhas
  • Farinha de Aveia Não Cozida
  • Nozes
  • Melancia
  • Trigo
  • Vermes
  • Abobrinha

Cuidado e alimentação

Quanto mais espaço as galinhas tiverem, será muito melhor para elas, porque podem exercitar seus músculos e melhorar sua saúde geral, o que possibilita colocar ovos de melhor qualidade.

A ventilação é outro dos fatores determinantes na criação de galinhas, uma vez que um galinheiro bem aerado e que recebe uma boa quantidade de luz é um ambiente mais saudável para as aves. Se você não atender a essas condições, as galinhas estarão propensas a doenças respiratórias.

Se possível, você deve deixar as galinhas soltas durante o dia, para que elas andem, e depois colocá-las de volta à noite para protegê-las de possíveis predadores. Você precisa fornecer um espaço onde ela possa tomar banhos de poeira ou areia, que é uma necessidade instintiva do pássaro.

É preciso limpar o galinheiro pelo menos uma vez por semana para evitar a aparição de ácaros ou parasitas. Alimentos para galinhas de criação existem para a compra em lojas de animais de estimação e também podem ser fornecidos para as galinhas, porque têm uma composição especial para atender às necessidades delas de acordo com sua idade.

Mas sempre tomando cuidado para não lhe dar comida que contenha sal. Os bebedores com água fresca devem estar disponíveis todo o tempo, uma vez que as galinhas, como outro ser vivo, precisam consumir água sempre que estão com sede.

Características

Galinhas são aves que têm uma natureza gregária e que perderam a capacidade de voar. Distingue-se do galo por serem de menor tamanho e, além disso, sua crista é menor e não possui esporas.

As galinhas geralmente são animais muito sensíveis e inteligentes, e podem ser muito sociáveis. Elas ficam felizes em passar o dia cuidando e limpando as suas penas, tomando banho de sol ou tomando banhos de areia em plena luz do dia.

É importante saber que quando esses animais vivem em liberdade, estabelecem hierarquias sociais realmente complexas, onde cada um dos espécimes sabe qual é sua posição no grupo em que se desenvolvem e vivem de acordo com suas regras.

O nome científico do frango é Gallus Gallus Domesticus de acordo com a classificação taxonômica do frango.

Elas estão distribuídas em todo o mundo, com várias espécies de frangos africanos, galinhas americanas, galinhas polonesas, japonesas, chinesas, entre outras, com raças como Galinhas Sedosas, Australorp, New Hampshire, Plymouth, Rhode Island Red, Turken, Shamo, Asil e etc.

Quanto tempo vive uma galinha

Existe uma grande variedade de espécies de frangos, por isso a cor da plumagem pode variar, da mesma forma que a expectativa de vida desse animal varia, podendo variar entre cinco e dez anos de vida.

Algumas raças podem viver até quinze anos, seja em espécies domésticas criadas em cativeiro, como em espécies selvagens. Para saber o quanto uma galinha vive, é necessário saber que, de acordo com o ciclo de vida do frango, conseguem viver muitos anos, mas em cativeiro a história é diferente, pois são, depois do porco e dos peixes, os animais mais criados em cativeiro para consumo no mundo.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInShare on TumblrEmail this to someonePrint this page


Tópicos relacionados: