O Que As Gaivotas Comem


O que as gaivotas comem.

As gaivotas são aves marinhas onívoras bastante comuns. A maioria são aves de tamanho médio do tamanho de um pombo ou de um corvo. A gaivota é ovípara, o que significa que põe ovos.

A gaivota é uma ave da família Laridae onde se classificam as gaivinas e aliados. Em geral, é cinza ou branca com marcas pretas nas asas e na cabeça, são um tipo de ave muito fácil de reconhecer. Na verdade, podemos vê-las a qualquer momento quando nos aproximamos da costa do mar.

Sua dieta é surpreendentemente variada. Elas comem qualquer coisa comestível que possa ser manuseada sem muitos problemas, mas estão principalmente interessadas em pequenos animais marinhos.

Hábitos Alimentares

As gaivotas são carnívoras. São principalmente piscívoras, isto é, comem principalmente peixes que pescam, mas também atacam os ovos e os filhotes de outras aves. Alguns também comem mariscos e crustáceos.

Elas podem beber água salgada, assim como água doce, pois possuem glândulas exócrinas localizadas no sulco supraorbital do crânio, através das quais o sal pode ser excretado pelas narinas para auxiliar os rins na manutenção do equilíbrio eletrolítico.

Elas vivem principalmente perto da costa e voam muito bem, especialmente bem em tempestades. Elas se aventuram longe no mar em busca de alimento, mas sempre voltam para a praia.

As gaivotas costumam seguir os barcos de pesca porque sabem que os pescadores jogam os restos de peixe que pescam e não querem no mar. As gaivotas só precisam pegá-los para conseguir uma refeição fácil.

As gaivotas são oportunistas e, embora saibam pescar, desfrutam de toda a comida que vem pelo caminho. Em particular, elas aprenderam a usar as atividades humanas para se alimentar. Em algumas grandes cidades perto da costa, gaivotas vivem e se alimentam em lixões.

Nenhuma espécie de gaivota é especialista em presas isoladas e nenhuma espécie de forrageamento de gaivota usa apenas um único método. O tipo de alimento da gaivota depende das circunstâncias, e as presas terrestres, como sementes, frutas e minhocas, são mais comuns durante a época de reprodução, enquanto as presas marinhas são mais comuns quando as aves passam mais tempo em grandes massas de água.

Além de tomar uma presa de grande alcance, as gaivotas demonstram grande versatilidade na forma como obtêm presas. A presa pode ser obtida no ar, na água ou em terra.

Alimentação das Gaivotas

As gaivotas são alimentadores altamente adaptáveis que oportunisticamente tomam uma grande variedade de presas, têm mandíbulas que permitem que consumam grandes presas mais estão principalmente interessados em pequenos animais marinhos, como peixes, estrelas do mar, diferentes tipos de crustáceos e vários moluscos.

As gaivotas alimentam-se de pequenos animais marinhos, como peixes, estrelas do mar, crustáceos (caranguejos, camarões, etc.) e moluscos (mexilhões, amêijoas mariscos, ostras), mas também comem plantas quando necessário.

As gaivotas podem ser definidas como um tipo de ave de tamanho médio a grande. Mas, como já dissemos, elas comem qualquer coisa comestível e seu cardápio também inclui vermes, insetos, lesmas, caracóis e até animais maiores como ratos, camundongos , patos, pequenas galinhas e pequenos pássaros que caçam em pleno voo. Eles podem até inclinar-se para comer carniça ou até mesmo seus próprios ovos.

Com o passar do tempo, urbanização dos litorais e por serem animais de alimentação variada o comportamento da alimentação da gaivota mudou bastante, para sobreviverem, ampliaram sua área de caça em áreas mais afastadas da costa. Isso gerou alguns problemas no habitat e na fauna local. Assim com as cegonhas, as gaivotas são animais predadores de porte grande, deixando outros animais sem muitas opções de comida.

Predadores das Gaivotas

Muitas colônias de gaivotas exibem comportamento de agressão, atacando e espantando predadores e outros intrusos. Gaivotas na natureza são capazes de viver até os 15 anos de idade, dependendo da espécie.

Em cativeiro podem ultrapassar a idade de 20 anos. Estas aves têm dificuldade em sobreviver ao primeiro ano de suas vidas, pois são presas fáceis para predadores como tubarões, raposas, doninhas e até mesmo gatos.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInShare on TumblrEmail this to someonePrint this page


Tópicos relacionados: