O Que As Capivaras Comem


O que as capivaras comem.

A capivara é um animal herbívoro que só se alimenta de matéria vegetal, pois obtém desses alimentos todos os nutrientes de que o seu corpo necessita.

Portanto, a dieta da capivara é composta principalmente de ervas e plantas aquáticas, embora também tenha a tendência de comer frutas, bagas e ocasionalmente mastigar também a casca mole das árvores, embora às vezes faça isso apenas para afiar seus incisivos.

Além disso, as capivaras se alimentam de várias espécies de gramíneas de campo como o capim e também podem completar sua dieta com flores e sementes.

Hábitos Alimentares da Capivara

As capivaras alimentam-se durante a noite e ao amanhecer, descansando durante o dia. Uma capivara adulta pode comer quase 4 quilos de diferentes tipos de ervas por dia. Estes mamíferos roedores são conhecidos pela sua dieta muito seletiva, sendo que as capivaras têm um aparelho digestivo extremamente eficiente que lhes permite sobreviver com uma dieta cujos 75% são compostos por apenas quatro e seis espécies de plantas.

A capivara é o maior roedor atualmente existente no mundo.

A capivara vive nas margens de rios e lagos, nos pântanos e, geralmente, em todos os lugares úmidos das áreas tropicais e temperadas da América do Sul, a leste dos Andes.

Dieta e Sistema Digestivo

A comida das Capivaras consiste principalmente de ervas que comem no continente, ocasionalmente suplementadas com plantas aquáticas. Às vezes elas também andam em plantações e comem, por exemplo, cana-de-açúcar , melancias ou milho . A alegação ocasional de que os peixes são comida de capivara está errada.

As capivaras possuem alguns ajustes dietéticos em seu sistema digestivo. Estes incluem um estômago alongado e um ceco, porção inicial do intestino grosso e maior dos órgãos intestinais desse roedor, as capivaras praticam a coprofagia que é a realimentação das fezes, cujo material é fermentado no ceco usando bactérias especiais que tornam-se imediatamente consumíveis depois de sair.

Deste modo, os animais podem utilizar os alimentos celulósicos pouco digeríveis da melhor maneira possível. As fezes que são produzidas após a digestão da capivara são ovais e secas e não são retomadas.

As capivaras não podem produzir vitamina C, portanto a necessidade deve ser satisfeita através dos alimentos que elas consomem. Nos animais em cativeiro, com alimentação obviamente errada, foram observados casos de escorbuto.

Alimentação em Cativeiro

Capivaras que são alimentadas em cativeiros precisam pastar em pastos mais frequentemente de capim-fino e a grama estrela. No sistema de criação semi-intensivo, pode-se cercar uma pequena área em volta de um açude e plantar uma forrageira para fora da área do criadouro das capivaras para alimentá-las .

Os comedouros de volumosos precisam ser fornecidos diariamente, sempre na proporção de 5 kg por animal adulto e até 2 kg por filhote. O alimento pode ser fornecido inteiro, jogado, pendurado em árvores e também ou nos cochos. Na ceva, pode-se colocar sal mineralizado e, em dias diferentes, ração de capivara ou milho em grão.

A qualidade dos alimentos fornecidos é muito importante para a manutenção do animal. A ração concentrada pode ser oferecida independente dos sistemas de criação e, isso também pode depender do ganho de peso esperado. Essa ração deve conter proteína bruta, milho, feno de gramíneas de boa qualidade, farelo de soja, calcário, fosfato e sal.

O concentrado pode ser servido de forma diária no cocho do animal à base de 500 g por capivara adulta e de 100 a 200 g por capivara filhote no caso de criação em confinamento

Predadores Naturais

Equipados com audição e olfato muito apurados, é improvável que sejam surpreendidos por seus inimigos: ao menor sinal de perigo, saltam para a água, afastam-se e se escondendo no meio da vegetação flutuante.

Felinos como a onça e a jaguatirica, assim como o cão selvagem, mas também jacarés e anacondas, estão entre os predadores naturais das capivaras. Animais jovens às vezes são vítimas de aves de rapina, como a harpia e o falcão.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInShare on TumblrEmail this to someonePrint this page


Tópicos relacionados: