O que as abelhas comem


O que as abelhas comem.

As abelhas são insetos herbívoros que pertencem à ordem hymenoptera, da superfamília apoidea, subgrupo Anthophila, o que significa que elas se alimentam de flores porque comem certas substâncias obtidas a partir delas.

Elas são responsáveis também por uma tarefa muito importante na natureza, o processo de polinização que permite a obtenção de novas flores e plantas.

A dieta das abelhas é baseada em pólen, néctar, mel e água. O pólen serve como fonte de proteínas e carboidratos para as larvas. O mel é obtido a partir do néctar, que servirá posteriormente como alimento para a colônia.

Abelhas são vegetarianas, não comem carne.

Alimentação da Abelhas

O que as abelhas produzem é uma coisa e o que comem é outra ligeiramente diferente. Neste artigo, vamos nos concentrar na alimentação natural das abelhas. Também falaremos sobre a dieta usada para manter as colmeias durante o inverno e início da primavera, quando é necessária alimentação adicional para sustentar a colmeia. Resumidamente, poderíamos dizer que os alimentos naturais das abelhas, aqueles que eles consomem quando estão em liberdade e em harmonia com a natureza, estão limitados a quatro elementos:

Para as abelhas produzirem mel, elas consomem água, pólen e néctar de várias flores. As abelhas são atraídas por jardins e campos que oferecem uma variedade de vegetação florida.

Néctar

O néctar é um fluido doce encontrado nas flores. As abelhas coletam o néctar e o convertem em mel. As abelhas colhem o néctar das flores e, isso é também a sua principal fonte de alimento, que lhes fornece a energia para voar e realizar as tarefas diárias da colmeia, como limpeza e ventilação para manter a temperatura do ambiente. O néctar é uma fonte de carboidratos para a produção de mel. O mel nada mais é do que uma solução de açúcar que se forma quando o pólen é colhido e processado pelas abelhas. Em sua forma natural, o mel é líquido quando a temperatura é alta, mas se solidifica no outono e no inverno. Quando o néctar é colhido, contém entre 30 e 70% de água, sendo o restante açúcares. Quando transportada e desidratada, a sacarose se transforma em glicose e frutose, produzindo mel.

Pólen

Pólen é uma substância que se assemelha a pó, é a célula germinativa masculina de plantas com flores e sua fonte de proteína. O pólen é um dos alimentos naturais mais puros e ricos, contendo todas as necessidades nutricionais de uma abelha: açúcar, carboidratos, proteínas, enzimas, vitaminas e minerais.

Através do consumo de pólen, os músculos, tecidos e outros elementos orgânicos do corpo das abelhas podem ser gerados. Abelhas operarias adultas consomem e alimentam larvas de abelhas operárias e zangões. As operarias produzem geléia real ao digerir o pólen, que é transformado depois de ter sido metabolizado pelas glândulas hipofaríngeas. A crosta ou cobertura do pólen não é digerida pelas abelhas, as eliminando pelas fezes.

Água

Mais importante que qualquer outro elemento, a água faz parte da dieta das abelhas porque serve para regular a temperatura da colmeia por evaporação, mas também e especialmente utilizada para diluir o mel e assim preparar o alimento que é dado às larvas das abelhas. As abelhas não fazem estoque de água, mas coletam quando precisam. Normalmente, elas coletam em gotas de água de pequenos depósitos que se formam em plantas ou poças de água da chuva. Quando elas fazem este último caminho, podem ser expostas a amebíase. Por esta razão e para que a saúde da colmeia seja ótima, preferem construir um pequeno reservatório de água doce utilizando plantas aquáticas perto da colmeia. Isso terá uma dupla função, purificar a água e permitir que a abelha beba água sem se afogar.

Mel

Néctar, pólen e mel é o que as abelhas comem e isso muda de acordo com as estações climática do ano. A comida de abelha consiste de néctar e pólen que elas se alimentam na primavera e no verão. No entanto, a necessidade de fazer toda a colônia superar o longo período de inverno, as fazem produzir mel, comida que elas criam e da qual elas fazem um suprimento abundante de comida durante o inverno. Depois de produzir o mel, fecham hermeticamente as células hexagonais dos favos chamadas de alvéolos e abrem quando precisam comer mel.

Hábitos Alimentares

Coletar néctar, pólen e resinas que serão transformadas em própolis e armazenadas na colmeia, preparando-as para o inverno onde os alimentos ficam escassos são o que as abelhas mais fazem.

A própolis é um item importante porque isola o ambiente interno a fim de manter a temperatura ideal, impedir a entrada de vento e chuva e blindar a área contra bactérias, vírus e fungos capazes de colocar em risco a vida dos insetos.

As operárias comem pólen em sua fase larval e recebem uma dieta normal feita de mel e pólen quando são adultas, para que seja possível sintetizar a geléia real, a cera e outras substâncias importantes para a alimentação da colmeia.

Embora os zangões recebam a mesma dieta das abelhas operarias, as proporções em relação a estes são diferentes, de aproximadamente 5 para 1. Ao contrário das operarias, os zangões não produzem nenhuma substância, pois não possuem as glândulas necessárias para fazê-la.

As rainhas dependem da geléia real durante toda a vida para garantir seu papel reprodutivo na colmeia. A geleia real é uma substância pastosa leitosa, esbranquiçada e uniforme que é secretada pelas glândulas mandibulares e hiperfaríngea das trabalhadoras. A rainha é o único tipo de abelha que come geleia real durante todo o seu ciclo de vida. A geléia real é um alimento exclusivo da abelha rainha e das larvas da futura rainha.

Como as abelhas comem

As abelhas são equipadas com um aparelho bucal que, na parte inferior, apresenta a a ligação adequada para sugar o néctar das flores. O líquido é engolido e transformado em mel. Quando estão com fome, colocam um pouco de mel no intestino.

Predadores de abelhas

Existem muitos predadores naturais das abelhas. Primeiro, entre invertebrados encontramos insetos como vespas, formigas ou grandes aranhas. As aranhas comem abelhas adultas. Outro caçador são os pseudoescorpiões. Além disso, encontramos louva-a-deus. O besouro das colmeias é uma praga que afeta drasticamente a criação de abelhas na apicultura e seus derivados, assim como a forma larval da mariposa.

Aves insetívoras, como o abelharuco e alguns pássaros também são predadores de abelhas. Falando de mamíferos insetívoros, podemos citar os musaranhos, que além de comer as abelhas adultas, se alimentam diretamente do mel das colmeias e das larvas que ali crescem. Também encontramos os lagartos, lesmas, baratas ou gambás, que arranham a entrada da colmeia à noite para atrair e comer as abelhas que saem. Por outro lado, os sapos são os predadores mais prejudiciais, eles podem comer muitas abelhas por dia. Portanto, como podemos perceber, todos os comedores de insetos são inimigos das abelhas.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInShare on TumblrEmail this to someonePrint this page


Tópicos relacionados: