O Que As Lontras Comem


O que as lontras comem.
Assim como os furões, texugos e fuinhas, as lontras são mamíferos aquáticos da família mustelidae. São pequenos animais com pelo espesso que os mantém aquecidos, mesmo se estiverem em águas muito frias.

Lontras comem peixes e qualquer outro alimento que consiga encontrar, podem ingerir quase tudo, desde que sobrevivam, já que elas têm um metabolismo muito rápido. São animais carnívoros encontrados em quase todos os países do mundo.

Você pode encontrá-las perto de corpos de água, como lagos e rios e no mar, no caso das lontras marinhas. Existem atualmente 13 espécies de lontras no mundo.

Principais alimentos das lontras

A principal fonte de alimento para a lontra é peixe. Os tipos de peixes dependerão da época e do local onde vivem. Eles não são animais exigentes quando se trata de comer e consumir quase tudo que eles podem encontrar para sobreviver.

O que as lontras comem diariamente representa cerca de 20% do seu peso corporal e é geralmente composto por espécies aquáticas, como os peixes. No entanto, eles não são muito exigentes sobre isso, então eles também podem comer invertebrados, répteis, crustáceos e pequenos mamíferos.

As lontras caçam sua comida na terra e na água. Elas também se alimentam de peixes, sapos, lagartos, pequenos pássaros quando elas não estão na água e até aves aquáticas, como patos e gansos.

As lontras marinhas alimentam-se de polvos, caracóis, ouriços-do-mar, caranguejos, mexilhões e amêijoas, bem como uma grande diversidade de peixes. Cada lontra tem suas preferências alimentares.

Caracteristicas Alimentares

As lontras comem de 15% a 25% do seu peso corporal todos os dias e podem utilizar até cinco horas por dia do seu tempo somente à procura dos alimentos que precisam para sobreviver. Aquelas que têm filhotes podem precisar caçar ainda mais, porque precisam produzir leite para alimentar seus filhotes. Uma lontra pode permanecer 8 horas por dia amamentando.

Em geral, as lontras preferem procurar suas presas de manhã e também a tarde. No entanto, existem algumas espécies que comem a noite e, por isso, são consideradas noturnas. Algumas espécies também podem alterar o seu estilo de caça quando descobrem que há mais oportunidades de encontrar comida durante um determinado período de tempo.

Os bigodes no rosto da lontra são extremamente sensíveis e capturam as vibrações, é um dos seus principais sentidos e dependem deles para encontrar a presa, tanto na água como no solo. Elas também usam sua visão e senso de toque para encontrar fontes de alimento, podem ser muito criativas quando se trata de caça, e é por isso que elas são tão interessantes de se observar.

Hábitos alimentares

Apesar de sua agilidade para a caça, os hábitos alimentares das lontras não são os mais favoráveis para sua própria sobrevivência, uma vez que uma das principais causas de morte desses animais são os problemas estomacais que estão ligados ao que a lontra come. De fato, os alimentos que as lontras recebem em cativeiro tem mais controle, e isso é atribuído a elas que vivem mais do que as selvagens.

Lontras são muito ativas, elas tendem a serem vistas mais na água do que fora dela porque é mais fácil para elas fazerem isso. Elas comem na água, como se estivessem boiando, isso as ajuda a economizar energia. Elas usam suas garras retráteis para agarrar e abater rapidamente suas presas, possuem reflexos rápidos, então tendem a ser precisas na captura de suas presas.

Lontras são capazes de mergulhar fundo, a fim de encontrar comida. Se elas não conseguirem utilizar suas garras para comer, elas usarão pedras. Por exemplo, elas podem usar desse artifício para abrir as conchas dos crustáceos. Este é apenas um exemplo de como elas são animais inteligentes. Elas se alimentam de peixes e outros pequenos animais na água. Se eles precisarem quebrar as conchas ou capturar presas maiores, então elas vão se alimentar em terra firme.

Predadores de lontras

O ser humano é o principal predador da lontra. Existem vários outros predadores naturais da lontra, alguns são terrestres, enquanto outros tentam comê-las na água. Em terra elas devem ter cuidado com os ursos, as águias também podem ser um problema para pequenas lontras, lobos representam um problema em algumas áreas também. Na água elas precisam fugir tanto dos tubarões quanto das baleias.

Os predadores que as lontras acham dependerão de onde elas tiveram que viver. Lontras que vivem perto de pântanos podem se tornar alimento para jacarés e crocodilos e os gatos selvagens também se tornaram aptos a caçá-las para se alimentarem.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInShare on TumblrEmail this to someonePrint this page


Tópicos relacionados: